segunda-feira, 15 de outubro de 2012

Entrega dos alimentos do 6º Encontro da Melhor Idade Boa Vida

           Na tarde de quarta feira, no dia 10 de outubro os colaboradores do Boa Vida Ademir, Tássia, Patrícia e Edna entregaram a duas ILPI (Instituições de Longa Permanência para Idosos), instituições estas  conhecidas como Casa de Repouso, os alimentos arrecadados como parte da inscrição do  6º Encontro da Melhor Idade Boa Vida que ocorreu no último dia 04 de outubro.

As instituições beneficiadas foram:

Casa de Repouso Continuando a Vida 

Rua: São Paulo, 2457
Blumenau - SC
Cep: 89030 - 000
Telefone: 3035 - 1953

Casa de Repouso Menino Jesus
Rua Adolfo Tallmann, 87, Boa Vista
Blumenau - SC
Cep: 89012-240
Telefone: 3041-2488


É visível que a população idosa está aumentando e é sabido que serviços direcionados a este público será cada vez mais necessário. As casas de repouso também crescem no mundo inteiro.


Casa de Repouso Continuando a Vida: 
Na foto da esquerda para direita:
Tássia, Patrícia e Ademir



Patrícia e Tássia:



Casa de Repouso Menino Jesus
Na foto da esquerda para direita:
Patrícia, Tássia e Sra.Eugênia (colaboradora da Casa de Repouso)




Patrícia e Tássia:




quinta-feira, 11 de outubro de 2012

Aconteceu: o 6º Encontro da Melhor Idade do Boa Vida

                  No dia 04 de outubro o Boa Vida realizou o 6º Encontro da Melhor Idade. Esta ação social ocorreu nas dependências da Associação Centenário, localizado no bairro Garcia e as atividades ocorreram das 14 h as 18h.
Neste ano, o encontro ocorreu no início do mês de outubro, devido as festividades e eleições e os convites foram específicos para os associados do Boa Vida.
No dia, os convidados levaram um quilo de alimento não perecível como parte da inscrição, e estes alimentos serão doados pelo Serviço Social para algumas Instituições de Longa Permanência em Blumenau.


As atrações oferecidas aos participantes foram: 
  • Palestra sobre informática com Renan da Proway Informática; 
  • Apresentação do Coral da ACEVALI; 
  • Informações sobre seguro residencial com representante da Facile Corretora de Seguros; 
  • Café;
  • Dança Sênior;
  • Sorteio (brindes recebidos através de doação dos parceiros);
  • Apresentação da Dupla Raiz e Sertão;
  • Apresentação da Banda JP;
  • Serviços de aferição de pressão e teste de glicemia oferecidos pela Farmácia Farmais; e 
  • Espaço para os convidados dançarem.

Os objetivos desta ação que o Boa Vida realiza há 5 anos são:

Comemorar o Dia Nacional do Idoso;
Mostrar a comunidade o quanto o Boa Vida se importa com a terceira idade;
Realizar a inclusão social do idoso, entre outros objetivos.

A iniciativa de realizar esta ação partiu do Boa Vida, entretanto é através da credibilidade dos colaboradores, dos associados e principalmente dos parceiros que esta ação se concretiza todos os anos.
E nós não podemos deixar de agradecer:
A todos os colaboradores que direta ou indiretamente participaram desta ação;
Obrigada a todos!

E queremos agradecer também a todos os parceiros que nos apoiaram com doações de brindes  e contribuições gerais:
Nosso Muito Obrigada a .... 

Coral da ACEVALI
Anjos da Vida;
Art Floral;
Associação da Artex e Coteminas;
Authentika Joias
Banda JP
Caixa Econômica;
Cardio Prime;
CAS;
Dupla Raiz e Sertão
Dr. Francisco C. Da Cunha Filho – Advogado;
Dança Sênior do Clube 25 de Julho;
Dudalina Camisaria;
Facile Corretora de Seguro;
Farmácia Farmais
Gráfica Kasburg;
Jotami Floricultura;
Kreitlow;
Mannuela Calçados;
Maravilhas da Elke;
Marmorária Badenfurt e Blumenauense;
Médix;
Moacir Schmitt;
Ótica Ver Mais
Proway informática;
Serpas Confecções; e
Taty´s Estetic Hair.

Segue algumas fotos do 6º Encontro da Melhor Idade Boa Vida: 

Os colaboradores recepcionando os convidados que levaram um quilo de alimento não perecível:



Apresentação mais que especial do Coral da Acevali:



Os convidados apreciando as apresentações:


Hora do café: 



Os colaboradores interagindo com as apresentações: 

Uma convidada que ganhou um brinde com a Everlyn colaboradora da Haas:

Outra convidada que ganhou um brinde juntamente com Andreia colaboradora do Boa Vida:

Alguns convidados dançando:

Lothar (representante da Facile), Elke e Patrícia realizando o sorteio do seguro residencial oferecido pela Facile Corretora de Seguros:


       Por fim, aprendemos que não estamos sozinhos, que podemos confiar e acreditar que tem pessoas assim como nós do Boa Vida, que se preocupam com a comunidade e visam levar serviços diferenciados para a população.
E para os nossos parceiros e nossos colaboradores nossos sinceros agradecimentos !

Já dizia Chico Buarque

Todos juntos somos fortes
Somos flecha e somos arco
Todos nós no mesmo barco

Não há nada pra temer”


Colaborou Tássia Hostin - Coordenadora do Serviço Social Boa Vida.


quarta-feira, 10 de outubro de 2012

Workshop - Cuidados Paliativos, Comunicação em Situações de Crise e Luto no Contexto Hospitalar e Clínico

             No dia 27 de setembro, Patrícia - Psicóloga e Tássia - Assistente Social do Boa Vida, participaram de um workshop no Hospital Santa Catarina sobre "Cuidados Paliativos, Comunicação em Situações de Crise e Luto no Contexto Hospitalar e Clínico".
O objetivo principal do encontro foi qualificar os profissionais da área da saúde, que trabalham direta ou indiretamente com cuidados paliativos, lutos e perdas, através da ampliação do seu manejo nessas situações, seja em ambiente clínico, hospitalar ou domiciliar através dos conhecimentos dessas áreas e da utilização de formas mais eficazes de comunicação.
        As palestrantes foram Claudiane Aparecida Guimarães (Graduação em Psicologia pela Universidade Federal de Uberlândia (2007). Cursa Doutorado sob orientação da Dra. Marilda Emmanuel Novaes Lipp e Greici M. Bussoletto (Graduação em Psicologia pela Universidade do Alto Vale do Itajaí (2005), possui especialização em Psicologia Hospitalar e da Saúde e Mestrado pela PUC de Campinas (2011)).
O encontro contou com uma rica troca de experiências e informações entre as palestrantes e os ouvintes que enriqueceram a noite com uma visão multiprofissional.
Em suma, tratou-se de elucidar o que Cicely Saunders nos traz de conhecimentos sobre os cuidados paliativos e o alívio do sofrimento humano. Cicely Saunders conseguiu entender o problema do atendimento que era oferecido em hospitais para pacientes terminais. Até hoje, famílias e pacientes ouvem de médicos e profissionais de saúde a frase “não há mais nada a fazer”. A médica inglesa sempre refutava: “ainda há muito a fazer”.
O alívio do sofrimento, a compaixão pelo doente e seus familiares, o controle impecável dos sintomas e da dor, os sintomas de natureza física, social, emocional e espiritual, a busca pela autonomia e pela manutenção de uma vida ativa enquanto ela durar: esses são alguns dos princípios dos Cuidados Paliativos que, finalmente, começam a ser reconhecidos em todas as esferas da sociedade brasileira. Fonte: http://www.paliativo.org.br/
           Outro tema abordado foi a comunicação em situações de crise e luto, que trouxe como foco que para entendermos o outro temos que ir além das palavras.
Outro assunto abordado, que ainda hoje é tabu em nossa sociedade foi a morte e suas representações históricas, ou seja, a morte que ocorria em casa, em meio a família, passa a ser terceirizada, ocorrendo atualmente em maior número nos hospitais.
Baseados na literatura de Kluber Ross, tratou-se das fases do luto: negação, raiva, barganha, depressão e aceitação. Na literatura de Worden tratou-se das tarefas do luto: aceitar a realidade da perda, elaborar a dor da perda, ajustar-se ao ambiente onde está faltando a pessoa que faleceu e por fim reposicionar em termos emocionais a pessoa que faleceu e continuar a vida.
           Contudo, as palestrantes relataram as suas experiências profissionais e fizeram uma dinâmica na qual passaram uma parte de um  filme e dividiram a turma em 4 grupos. Cada grupo recebeu uma pergunta e as perguntas deveriam ser respondidas pelo grupo.
Foi uma noite de grande aprendizado, expressão de emoções e uma oportunidade de ampliar o network profissional.


Na fotos os participantes e a Dra.Claudiane:





Colaborou Patrícia dos Santos - Psicóloga CRP - 12/10686 - Serviço Social Boa Vida.


segunda-feira, 8 de outubro de 2012

01 de Outubro - Dia Nacional e Internacional do Idoso

          Como a maioria das pessoas já sabem, no dia 01 de outubro foi comemorado o Dia Nacional e Internacional do Idoso e o Boa Vida foi convidado a participar desta comemoração através da Fundação Pro-família e também da ASAPREV (Associação dos Aposentados e Pensionistas da Previdência).
O Boa Vida há tempos mostra a preocupação que tem com as famílias e por isso presta serviços desde a fase de criança até a terceira idade.

Missão e a Visão do Boa Vida relatam a preocupação que a empresa tem com a comunidade: 

Missão: Prestar Assistência Funerária para satisfazer as necessidades de seus associados de forma séria e comprometida, idealizando o desenvolvimento da família e da nossa comunidade/sociedade.

Visão: Ser uma empresa referência em Assistência Funerária com compromisso social, cada vez mais completa e comprometida com ações em prol da comunidade, com atendimento humanizado e serviços diferenciados.

Na Fundação Pro-família a comemoração foi realizada no dia 24 de setembro e as atividades foram: palestra, dança e café.


Na foto: (da esq. para dir.) Dirceu - Colaborador do Boa Vida que trabalha no escritório de Blumenau, a Rainha da 3º Idade e o Rei da 3º :



Alguns idosos dançando e outros só observando:




Já na ASAPREV (Associação dos Aposentados e Pensionistas da Previdência) a comemoração ocorreu no dia 01 de outubro e contou com dança, sorteio de brindes e café.


Na foto Tânia - Colaboradora do Boa Vida que trabalha no escritório de Blumenau e o convidado:
                                   
                          Na foto Dirceu explicando sobre o Boa Vida e a participante:

E a Vovó  e o Vovô Chopão foram comemorar o Dia do Idoso juntamente com os colaboradores do Boa Vida Dirceu e Tânia no evento da ASAPREV:
A Lei Nº 10.741 de 1º de Outubro de 2003, refere-se ao Estatuto do Idoso. Este por sua vez tem como objetivo regular e assegurar os direitos das pessoas com idade igual ou superior a 60 (sessenta) anos, ou seja, idoso é caracterizado a pessoa com idade igual ou acima a 60 anos.

A todas as pessoas que possuem 60 anos ou mais o Boa Vida parabeniza e deseja: saúde, fé, prosperidade e otimismo sempre !



Colaborou Tássia Hostin - Assistente Social CRESS 4237 - Coordenadora do Serviço Social Boa Vida.