terça-feira, 26 de maio de 2015

A Saudade ...por Carlos Hilsdorf



Saudade, uma das mais belas palavras da língua portuguesa e um dos mais intensos sentimentos que podemos experimentar na existência. 
Quando associada a uma pessoa, a saudade é um tipo de dor, uma ausência, um vazio imenso. Chega a ser tão intensa que pode ser sentida fisicamente como uma dor diferente de todas as outras. É como se a pessoa estivesse muito próxima, mas não pudéssemos tocá-la... Por isso digo, que saudade é a presença constante de alguém ausente.

Ela também é uma ponte entre o presente e o passado. Acontecimentos marcantes, alegrias intensas, fases e idades anteriores, tudo isso possui magia e poesia observadas da ponte da saudade. O tempo e a distância evidenciam o valor das coisas mais simples.

Mas não seja um prisioneiro da saudade! Viva intensamente o presente. Deixe que a saudade seja uma cena de um filme em que você é o protagonista. Um filme que ainda lhe reserva as melhores cenas da história! 
A saudade não deve te aprisionar ao que já passou. A vida continua valendo a pena e ainda vai lhe oferecer muitas oportunidades de sentir novas e melhores saudades a cada instante.

Paz e Alegria! 



Por Carlos Hilsdorf

Colaborou Tássia Hostin - Coordenadora do Serviço Social Boa Vida.
Assistente Social CRESS 4237
E-mail: tassia.hostin@boavida.com.br 

Nenhum comentário:

Postar um comentário